Pastor Marcos Batista de Oliveira 1553 visualizações 2011-07-03 09:53:48 unknown

   Crescer é um fator natural em tudo que tem vida. Na natureza, a semente por si só germina, se desenvolve em forma de planta, produz seus frutos, que por sua vez também darão sementes que repetirão o processo. Na vida humana não é diferente. Toda criança que nasce, se tem saúde, seu crescimento será certo. E como é bom acompanhar o desenvolvimento de uma criança! A gente se admira com cada fase por ela alcançada... nos deixa maravilhados. Acompanhar o crescimento da igreja é de igual modo deslumbrante. Ver uma igreja local crescer e avançar, progredir, crescer. Edifica a quem vive intensamente a vida da igreja. Agora, imaginem poder acompanhar progressivamente o desenvolvimento da denominação como um todo. É impressionante a alegria que se sente em cada etapa alcançada e em cada momento de superação por parte dela.   A Igreja Metodista Wesleyana traz sobre si um peso das promessas de Deus. Ela nasceu sob a égede do Espírito Santo. Nasceu acreditando que a "linha de esplendor sem fim" é sem fim. Sob a palavra profética de que Deus a conduziria por "caminhos ainda mais excelentes". Homens e mulheres de Deus deram de si para a construção da nossa amada Igreja. O legado que nos deixaram, mais que um CNPJ, mais que bens patrimoniais, foi o exemplo de uma vida inteiramente voltada para Deus e para o bem da Igreja. Ficou o exemplo de uma vida abnegada e dedicada na conquista e no cuidado das almas; daqueles que dia a dia o Senhor vai acrescentando à Igreja como sua membresia. Os primeiros 10 mil membros foi algo já marcante e aconteceu muito rapidamente. A efusão do Espírito sempre marcou a Igreja Metodista Wesleyana com momento de grandes colheitas de almas. Deus nos tem marcado como celeiro de almas para a glória dEle. E vejam que ainda não se cumpriu em nós toda a promessa dEle. Temos potencial para sermos uma Igreja de um milhão de membros e tantos mais quanto o Senhor nos der. Temos propósitos; temos obreiros comprometidos; dispomos de membros voluntariosos para o trabalho, enfim, Deus pode contar conosco. E é por isso que temos colhido como resultado, a marca que hoje alcançamos. Para a glória de Deus, nosso banco de dados hoje, soma 118.404 membros e congregados. Isso sem considerar que ainda temos um pouco mais de 3.500 membros a serem inclusos no rol. Na verdade, estamos ultrapassando a casa dos 120 mil membros. É hora de cada obreiro, cada congregação e cada igreja, parar um pouco, meditar no que isso significa, culturar e adorar a Deus em ação de graças e, daí, repensar o que mais se pode fazer para dobrar esse número e em quanto tempo pretende isso. Que o Senhor nos abençoe nisso.  

Sobre o autor

Pastor Marcos Batista de Oliveira

Presidente da CGIE